Eletrobras Eletronorte disponibiliza fibra ótica para banda larga no Amapá

Amapá – Na segunda-feira, 17 de março, o Governo do Estado lançou a internet banda larga com conexão através de fibra ótica no Amapá, com a participação da Eletrobras Eletronorte. Uma rede foi construída pela operadora de telefonia OI, da Guiana Francesa até a interligação com Linha de Transmissão da Eletrobras Eletronorte, no município de Calçoene (AP), ponto de conexão dos cabos de fibra ótica.

A Linha de Transmissão do Sistema da Regional Amapá traz a internet banda larga de boa qualidade até Macapá. Dos mais de 800 km de rede, 400 km são gerenciados e operados pela Eletrobras Eletronorte. A fibra ótica é um dos meios de transmissão mais eficazes, por ser um ambiente de comunicação de dados de alta velocidade e imune a interferências decorrentes de temperatura alta ou baixa e de ondas eletromagnéticas.

A Eletrobras Eletronorte tem sua rede montada através de um cabo chamado OPGW (Optical Ground Wire) usado em torres de alta tensão e que serve de proteção para as descargas atmosféricas da linha de transmissão. “O fato dela estar com fios elétricos ou no meio de um campo magnético, de estar em contato com a chuva ou o sol, faz a transmissão contínua do mesmo jeito, porque a fibra ótica é um produto resistente”, explica Francisco Bessa, técnico em manutenção eletrônica da Eletrobras Eletronorte Amapá.

Há mais de dez anos a Regional Amapá instalou sua rede de fibra ótica, inicialmente para uso de operação interna, ou seja, comandar as subestações à distância, através do Centro de Operações localizado em Santana, conforme relata o gerente regional, engenheiro Marcos Drago. “Nossa fibra está em operação desde que foram construídas as subestações de Tartarugalzinho, Amapá e Calçoene, e visa atender, principalmente, a nós da Eletronorte para operação do nosso sistema telecomandado, mas como são vários pares de fibras, alguns sobram e foram disponibilizados para uso da internet banda larga”.

O empreendimento de internet vai atender sete municípios do Amapá: Oiapoque, Calçoene, Amapá, Tartarugalzinho, Ferreira Gomes, Macapá e Santana. Os demais serão beneficiados com a conexão que virá pelo Linhão de Tucuruí, que entrará pelo Vale do Jarí, sul do Estado.

Agência Eletronorte, por Suzele Carvalho

Edição: César Fechine

Sem comentários