Projeto Reciclanorte apresenta ações no Acre

IMG_0953A Eletronorte promoveu no mês de julho, em Rio Branco, uma apresentação das ações de responsabilidade social voltadas a promoção da inclusão social e produtiva de catadores de materiais recicláveis: o projeto Reciclanorte.

Thais Paiva Melo, coordenadora do projeto Recicla-Norte, destaca que o Acre é um estado onde já existe um trabalho com os catadores, mas ainda não há um fórum implantado. Ao comentar sobre o principal objetivo do projeto, Thais discorre sobre a necessidade de compor, em volta do catador, o conceito de cidadania. “É trazer para o catador todas a

s suas necessidades em nível de geração de renda, educação, social, alimentar, segurança, enfim, todas as necessidades que envolvam as políticas públicas sociais.  Para isso, a primeira ação desse projeto é a instituição de um fórum estadual de lixo e cidadania, e nessa ação nós estamos conversando com todos os órgãos de governo estaduais e municipais, que compõem essa área social, além dos catadores, principalmente, para que a gente possa discutir essas ações de inclusão social e produtiva para esses catadores aqui no Acre”, afirmou.

Cleiton José da Silva, superintendente da cooperativa CATAR, disse se sentir feliz pelo reconhecimento da importância que os catadores têm para o meio ambiente.  “Eu me sinto muito feliz com isso. Espero que a criação do fórum dê certo, porque é mais uma forma que ajuda não só a nós, os catadores, mas também toda a cidade, o estado e o meio ambiente”.

Os fóruns do projeto Reciclanorte já foram implementados em todos os estados da Amazônia, faltando somente o estado do Acre que começa, a partir de agora, a definir os grupos de trabalho para a realização do fórum estadual.

O objetivo do projeto é promover a inclusão social e produtiva dos catadores de materiais recicláveis da Amazônia Legal de forma sustentável, integrando ações que promovam trabalho e renda, capacitação, saúde, elevação de escolaridade, inclusão digital, segurança alimentar, crédito, habitação e programas assistenciais.

Agência Eletronorte, por Leandro Alves e Camila Holsbach (Rio Branco/AC)

Sem comentários