Eletrobras Eletronorte investe R$ 177 milhões em transmissão no Pará

No sábado, 23 de abril, a Empresa iniciou a operação da nova Subestação Miramar, localizada em Belém. O investimento chega a R$ 60 milhões e garante uma RAP na ordem de R$ 6 milhões

 

Brasília – A Eletrobras Eletronorte concluiu em 2016 a implantação de importantes empreendimentos para o Sistema de Transmissão do Pará. Em fevereiro, entraram em operação comercial reforços na Subestação Tucuruí, que totalizam um investimento de R$ 77 milhões e representam um acréscimo de Receita Anual Permitida (RAP) na ordem de R$ 11,2 milhões.

Foram implantados 550 MVA de capacidade de transformação. Entre as obras realizadas na SE Tucuruí estão a implantação de um banco de autotransformadores 500/230 kV de 450 MVA, um transformador trifásico 230/69kV de 100 MVA e  a instalação do disjuntor de by-pass do reator limitador de corrente.

Na Subestação Vila do Conde foi concluída, em março, a última etapa do empreendimento que totaliza um montante de investimento de R$ 40 milhões. A operação comercial da primeira etapa do empreendimento, que compreende a instalação de dois transformadores 230/69/13,8 kV de 200 MVA, cada, foi iniciada em dezembro de 2015, agregando uma RAP de cerca de R$ 6 milhões.

Neste sábado, 23 de abril, a Eletrobras Eletronorte iniciou a operação da nova Subestação Miramar, localizada em Belém, que contempla uma transformação 230/69 kV com capacidade de 450 MVA. O investimento para a implantação do complexo de empreendimentos associados à subestação é de R$ 60 milhões, que garantem uma RAP na ordem de R$ 6 milhões.

As informações são do relatório mensal da Assessoria de Implantação de Empreendimento de Transmissão e Geração. Segundo José Henrique Machado Fernandes, gerente da área, os reforços garantem o suprimento e os padrões adequados de qualidade. “Esses empreendimentos ampliam a capacidade de transformação e a oferta de energia para a distribuidora local e para os consumidores de toda a região. E adequam as instalações para que possam ter maior flexibilidade operacional.”

As ampliações nas subestações de Miramar e Vila do Conde aumentam a capacidade e flexibilizam o atendimento à cidade de Belém, afirma José Orlando Cintra, superintendente da Transmissão. “As obras de expansão implantadas no Pará, como as da SE Tucuruí, atendem de forma expressiva todo o Oeste do Estado, possibilitando o atendimento a maiores distâncias a partir da UHE Tucuruí, com o aumento da confiabilidade do sistema e maior segurança operacional”, conclui.

Agência Eletronorte, por César Fechine

Sem comentários