Eletrobras Eletronorte alerta para o impacto das queimadas nas linhas de transmissão

As queimadas que atingem o cerrado do Tocantins provocaram ontem, 30, uma interrupção no fornecimento de energia que atingiu 12 estados nas regiões Norte e Nordeste do país. A ocorrência foi registrada entre os municípios de Rio dos Bois e Miracema do Tocantins. O fogo atingiu as três linhas de transmissão de 500 kV Miracema – Colinas, e provocou o desligamento automático, da linha que  pertencente à transmissora Intesa e na sequência as linhas pertencentes à Eletrobras Eletronorte e Taesa.

Segundo o Operador Nacional do Sistema, a ocorrência provocou a separação dos subsistemas Norte e Nordeste do restante do Sistema Interligado Nacional (SIN). Em consequência da queda da frequência, houve o desligamento automático de cerca de 2.300 MW de geração, sendo 1.700 MW relativos a usinas térmicas e 600 MW a eólicas, nas regiões Norte e Nordeste. Leia aqui a nota do ONS

A falha no sistema interligado iniciou as 12h49 e foi solucionada completamente às 13h40. Consumidores dos estados do Amazonas, Pará, Amapá e Tocantins, na região Norte, e nos estados do Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia, na região Nordeste foram afetados.

 As equipes da Eletrobras Eletronorte registraram as queimadas que resultaram na interrupção de fornecimento de energia

 

A Eletrobras Eletronorte faz um alerta e realiza todos os anos campanha educativa contra as queimadas, tendo em vista o impacto e o prejuízo que elas podem provocar. Esse ano o tema da Campanha “Quem tem consciência não queima. Acenda essa atitude”.

Clique aqui e ajude a divulgar a campanha

O trabalho de conscientização é feito em escolas e junto aos proprietários de áreas rurais por ondem passam as linhas de transmissão. “Infelizmente tivemos um exemplo na prática das consequências das queimadas. O fogo provoca o superaquecimento das linhas e provoca o desligamento automático, prejudicando toda a comunidade. é preciso que haja mais consciência principalmente nesse período crítico de tempo seco” alerta o gerente Regional Carlos Humberto.

Agência Eletronorte, por Tamyra Pinheiro/Tocantins

Sem comentários