Em Tucuruí, Barco-Biblioteca leva educação ambiental a comunidades ribeirinhas

Levar educação e literatura por meio das águas do rio Tocantins às comunidades ribeirinhas das ilhas do Lago da Usina Tucuruí tem sido a proposta do Projeto Barco-Biblioteca, que objetiva incentivar a leitura e a sensibilização ambiental daquelas pessoas. Assim, desde  2010, por meio da  Superintendência de Gestão de Ativos de Produção da Geração (OGG), a Eletronorte compartilha histórias e sensibilização ambiental com os moradores das comunidades e os colaboradores da Empresa.

Durante o mês de junho, marcado pela intensificação das atividades de conscientização ambiental, 279 alunos do Colégio Manoel Mendes Soares, de Água Fria, foram atendidos pelo Barco-Biblioteca.

Conforme Dércio Darlay Dias Costa, coordenador do Programa de Educação Ambiental (PEA), o Barco é uma ferramenta para disseminação da educação ambiental nas escolas localizadas no Lago da Usina. A intenção é propagar conhecimentos voltados para a preservação do meio ambiente, além de incentivar o hábito de leitura e contribuir para a resolução de problemas ambientais existentes nas escolas e comunidades.

A dificuldade de acesso a livros por parte dos alunos das escolas situadas em ilhas foi um dos problemas que a Superintendência decidiu enfrentar a partir de 2010, quando a equipe do PEA sugeriu o Barco-Biblioteca. O exemplo veio do predecessor de terra firme, o Ônibus-Biblioteca, que já estava atendendo alunos de Tucuruí, Breu Branco, Goianésia do Pará, Jacundá e Nova Ipixuna. Para atender os ribeirinhos do Lago da UHE Tucuruí, nada melhor que um barco equipado com recursos didáticos pedagógicos. “O Programa de Educação Ambiental da Eletronorte executa ações educativas no entorno do Lago desde o ano de 2000, sempre atendendo os mais diversos públicos, entre eles , os colaboradores da OGG, alunos, professores e comunidades diversas da região do reservatório”, explica o coordenador.

Quando desenvolve ações efetivas de proteção do meio ambiente, a Eletronorte está também proporcionando às comunidades do entorno da Usina o acesso ao conhecimento, a exemplo do que faz com o Projeto “Educação Ambiental sobre Rodas e sobre as Águas”, criado em 2009 e constituído de um ônibus e um barco montados para serem biblioteca. Desde março passado, a OGG atendeu 2.238 alunos dos municípios de  Tucuruí, Breu Branco, Goianésia do Pará e Jacundá, além das  comunidades das ilhas da Usina.

 Os atendimentos de junho

Neste  mês de junho, a Superintendência realizou diversas ações voltadas para a preservação do meio ambiente, a exemplo das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente.  A programação foi direcionada para o público estudantil de Tucuruí e constou de diversas visitas monitoradas ao acervo do CPA, Cine Pipoca, visitas à Ilha de Germoplasma, à UPCP e ao Bosque Barata. Foram atendidos no mês 4.154 alunos,  872 deles participantes de visitas técnicas às instalações ambientais gerenciadas pela Empresa. O demais foram atendimentos pelo Ônibus-Biblioteca,  Barco-Biblioteca e pelas visitas monitoradas ao Acervo do CPA.

Agência Eletronorte, por Denis Aragão/Tucuruí

Sem comentários