VI Seci premia trabalhos e termina em clima de confraternização

A VI Semana Eletronorte do Conhecimento e Inovação (Seci), que começou na terça-feira (21), foi encerrada na tarde dessa quinta-feira, 23 de novembro, em clima de confraternização e com a premiação dos três trabalhos que receberam maior pontuação, conforme avaliação de técnicos e especialistas da Empresa.

Em primeiro lugar ficou o trabalho ‘Modificações na automação e proteção das unidades para otimizar o procedimento operacional de restabelecimento em situações de blecaute’, elaborado pela equipe da Divisão de Manutenção de Samuel formada por Daniel Simões Pires, Enedilson Santos Reis e André Emídio de Godoy, que apresentou o trabalho. “A principal motivação do trabalho é otimizar o processo de restabelecimento das unidades geradoras, com a implementação de uma série de melhorias e modificações na automação das alimentações dos centros de carga e na atuação de proteções”, informou André (primeira foto à esquerda).

 

O trabalho de ‘Desenvolvimento do Simme – Sistema de Monitoramento de máquinas eletromecânicas – Ferramenta estratégica para o processo de manutenção da Eletrobras Eletronorte’ ficou em segundo lugar. Participaram da elaboração, José Adolfo da Silva Sena, Norberto Bramatti, Rui Sérgio Silva Lima, Ivonaldo Daniel de Sousa e Silva. “O Simme consiste em um conjunto de softwares e hardwares que estão em contínuo aperfeiçoamento para o monitoramento preditivo. O Sistema fornece ferramentas e serviços aos mantenedores que podem ser utilizados para monitorar diferentes tipos de equipamentos”, explica José Adolfo (foto central), que representou a equipe da Divisão de Laboratório Central.

E, em terceiro, ficou a inovação ‘Instrumento portátil para aferição de diversos tipos de densímetros’, elaborado pela equipe composta por Jessé Lima de Assunção, Moisés Antônio Soares, Rui Braga, da Regional de Operação do Maranhão. É Jessé, um verdadeiro “papa-prêmios” na Empresa, quem explica: “com a implantação da melhoria houve redução nos custos operacionais, além de aumentar a segurança para os trabalhadores. Também houve redução dos tempos de desligamentos programados para execução dos planos de manutenção”.

Cerca de 200 empregados participaram da elaboração de 50 trabalhos, que foram inscritos para a Seci este ano, resultando em 25 trabalhos selecionados. Na VIII Feira de Inovação Tecnológica, foram expostos 16 trabalhos. Todos os participantes da Seci tiveram o trabalho reconhecido institucionalmente por meio de certificados.

Encerramento

Segundo a coordenação da Seci, foram registradas 277 participações no evento, fora o público que passou pela Feira e que assistiu a uma ou outra palestra, sem registrar presença. A votação do melhor trabalho pelo público presente, feita por meio de totens instalados na área do evento, coube ao trabalho ‘Dispositivo de controle de vegetação, controlado por radiofrequência, nos pátios energizados dos compensadores estáticos 01 e 02 na Subestação São Luís II’, apresentado por Mário Celso Gonçalves Cavaignac, da Divisão de Operação de São Luis II.

O músico e sindicalista Boréu, juntamente com a cantora Célia Rabelo e com o violinista Amílcar, fizeram, antes da premiação, uma apresentação para a descontração da plateia.

Nas palavras do diretor de Gestão Corporativa, Astrogildo Quental (foto ao lado), que participou do encerramento do evento representando os demais diretores, “a Seci foi um sucesso total. Quero registrar o agradecimento da Diretoria a todos os participantes e organizadores da VI Seci, principalmente aos 50 trabalhos, 25 finalistas e expositores, que buscam a inovação para a melhoria dos nossos processos”.

“Esse processo de integração é muito importante, sobretudo neste momento de transição em que vemos as novas gerações participando com inovações, e conquistando o reconhecimento como no dia de hoje”, acrescentou o assistente do diretor de Operação, Antônio Paiva, que participou da entrega dos prêmios.

Agência Eletronorte, por César Fechine

Sem comentários