Eletronorte solicita 16 novos cursos profissionalizantes para Tucuruí | Agencia Eletrobras Eletronorte

Eletronorte solicita 16 novos cursos profissionalizantes para Tucuruí

Com a finalidade de definir a oferta de cursos profissionalizantes para a comunidade de Tucuruí e região, representantes das secretarias municipais, do comércio do município e da Eletrobras Eletronorte, por meio da Superintendência de Gestão de Ativos de Produção da Geração (OGG), representada pelo seu Núcleo de Responsabilidade Social, reuniram-se na terça-feira (16), na Associação Comercial e Industrial de Tucuruí (ACIT) para discutir a oferta e implantação de 16 novos cursos profissionalizantes no município.

Os cursos, oferecidos pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica do Estado do Pará (SECTET), serão  solicitados para Tucuruí com base em um estudo preliminar feito pelo Sistema Nacional de Emprego (SINE) e ministrados nas instalações do Centro Cultural da Eletrobras Eletronorte e em instalações cedidas pela Prefeitura Municipal. O início está previsto para o mês de março de 2018.

Conforme explicou Delciney Nava, coordenador do Núcleo de Responsabilidade Social da Eletrobras Eletronorte, qualquer pessoa interessada e residente em Tucuruí poderá se inscrever nos cursos que serão disponibilizados gratuitamente para os empregados da Eletronorte, servidores da Prefeitura Municipal de Tucuruí,  e  toda a comunidade local. “Será preciso atender os requisitos definidos pela entidade executora. Os representantes das secretarias ajudarão a definir quais cursos serão disponibilizados para a comunidade gratuitamente, a fim de capacitar a mão de obra de Tucuruí”, explicou Delciney.

A Empresa solicitou ao Programa Pará Profissional, a realização de 16 cursos, sendo oito de qualificação profissional, com carga horária de aproximadamente 200 horas, e seis de caráter técnico, com carga horária de aproximadamente 1000 horas. Quando instalados, as qualificações poderão ser desenvolvidas por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em parceira com a Eletrobras Eletrnorte, ou outra instituição com notório saber da área, a ser definida pela SECTET.

O programa Pará Profissional foi instituído pela Lei no 8.427, em 2016, com a finalidade de ofertar educação profissional e tecnológica nas diversas modalidades,  visando consolidar, ampliar e verticalizar as cadeias produtivas aos eixos prioritários de desenvolvimento no Estado. O programa é coordenado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica do Estado do Pará (SECTET). “Assim que a Secretaria autorizar, a Superintendência fará a divulgação quanto aos cursos ofertados e aos requisitos necessários para a inscrição dos interessados”, comenta Delciney.

Hernandes Vaz, secretário de Desenvolvimento Econômico do município e os representantes das secretarias ajudarão a definir quais cursos serão disponibilizados à comunidade de Tucuruí. Para o secretário, a formalização da parceira com a Eletrobras Eletronorte é imprescindível e muito importante para contribuir com a capacitação da mão de obra local. “Estamos focados no desenvolvimento de todos os atores de desenvolvimento para o município e a capacitação é o ponto de partida para que melhoremos nossa oferta de mão de obra e de serviços”, avalia Hernandes.

Em 2017, a parceria entre a Eletrobras Eletronorte e o Programa Pará Profissional formou a primeira turma de Técnicos de Reparação de Motor de Popa. Desde 2005, a Empresa apoia a formação de mão de obra regional oferecendo cursos gratuitos para a população por meio de parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Agência Eletronorte, por Denis Aragão/Tucuruí

Sobre o autor  ⁄ Michele Silveira

Sem comentários