Cemar reconhece equívoco em divulgação sobre desligamentos

Durante a tarde de ontem a Cemar, distribuidora de energia no Maranhão, divulgou uma nota em que atribuía à Eletronorte a responsabilidade sobre os desligamentos causados, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS, pela falha de um disjuntor na Subestação Xingu, no Pará. 

A informação foi esclarecida pela Eletronorte a todos os veículos de comunicação e confirmada pelo Operador Nacional do Sistema – ONS no começo da noite de ontem, 21.

Em nota divulgada hoje, 22, a distribuidora reconheceu o equívoco em divulgação sobre os desligamentos: “a Cemar esclarece que, diferente do que foi divulgado anteriormente, a falha no suprimento não foi de responsabilidade da Eletrobras Eletronorte.”

Na tarde de hoje, uma nota sobre o assunto, assinada com a marca da Eletronorte circulou nas redes sociais. A Empresa esclarece que essa nota não é de sua autoria e que, desde o início dos atendimentos à imprensa, atuou com base nas informações do ONS, conforme previsto no caso de demandas relacionadas ao Sistema Interligado Nacional. Paralelamente aos atendimentos, a Empresa atuou junto à Cemar para que o equívoco inicial fosse esclarecido.   

ONS – O evento teve origem na falha de um disjuntor de interligação de barramentos na subestação Xingu, às 15h48, e desconectou o bipolo em corrente contínua em 800 kV entre Xingu (PA) e Estreito (MG), por onde escoa para a região Sudeste/Centro-Oeste a produção da usina de Belo Monte, que era de 4.000 MW no momento. Clique aqui e confira também a terceira nota técnica do Operador Nacional do Sistema Elétrico divulgada nesta quinta-feira, 22.

Sem comentários