Eletronorte vai aumentar a potência instalada de Curuá-Una

A Eletronorte obteve a prorrogação da concessão da Usina Hidrelétrica (UHE) Curuá-Una, no Pará, por 20 anos, conforme a Resolução Autorizativa número 7.010, de 3 de maio de 2018, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), condicionada à entrada em operação comercial da quarta unidade geradora até o vencimento da atual concessão, em 2028. Assim, a Usina terá a capacidade instalada ampliada de 30,3 MW para 42,8 MW, com prazo final de concessão em 2038.

“Em razão da prorrogação do prazo de concessão da Usina, do acréscimo da demanda de energia na região de Santarém e da viabilidade econômica do projeto, a Eletronorte autorizou a implantação da quarta unidade de Curuá-Una e a licitação do empreendimento”, explica Gilberto Tannús Elias, superintendente de Geração.

A conclusão do processo de licitação e a assinatura do contrato de implantação da quarta unidade geradora estão previstos para fevereiro de 2019, e a conclusão do empreendimento, em fevereiro de 2021.

Inaugurada em 1977 com duas unidades geradoras de 10 MW, cada, a Usina teve a capacidade aumentada em 1985, com a inauguração da terceira unidade geradora com 10,3 MW, totalizando 30,3 MW de potência instalada. Em 27 de julho de 2014, a Aneel aprovou o projeto básico de ampliação da Usina e a instalação da quarta unidade, com acréscimo de 12,5 MW.

Localizada a 70 km de Santarém, Curuá-Una contribui para o abastecimento da região oeste do Pará, em especial as cidades de Santarém, Mojuí dos Campos e Aveiro. É interligada ao Sistema Interligado Nacional (SIN) por meio do Tramoeste. A Usina foi outorgada à Celpa em 1998 e transferida para a Eletronorte em 2005.

 

Sem comentários