Eletronorte faz medição de campos elétricos e magnéticos em 90% das suas instalações

Alinhada às modernas técnicas de medição de campos elétricos e magnéticos e apta a realizar ensaios por meio do seu Centro de Tecnologia, a Eletronorte conta hoje com 90% de suas instalações medidas, com conclusão dependendo apenas de condições climáticas favoráveis aos ensaios. Essas medições são de caráter obrigatório, conforme a Resolução Normativa nº 398/2010, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e os dados devem ser disponibilizados para toda a população.

Técnicos das Empresas Eletrobras participaram, em outubro, de um curso sobre medições de campo eletromagnético em linhas de transmissão e subestações, promovido no Rio de Janeiro. A parte teórica do curso foi ministrada nas dependências do Cepel, na Ilha do Fundão, onde houve a demonstração das novas metodologias de medição de campos elétricos e magnéticos, bem como dos novos instrumentos de ensaios. A segunda parte do curso aconteceu na Subestação Adrianópolis, de propriedade de Furnas, onde foi posta em prática a teoria repassada em sala de aula.

“O Departamento de Engenharia de Manutenção de Linha de Transmissão da Eletronorte faz parte de um grupo coordenado pela Eletrobras, que estuda e monitora tais medições de campo eletromagnético, pois esse é um assunto que ainda levanta muita polêmica”, informou o engenheiro de manutenção elétrica Torricelli da Silva Gomes.

A Resolução da Aneel estabeleceu a adoção dos limites recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para a exposição ocupacional e da população em geral a campos elétricos, magnéticos e eletromagnéticos gerados por estações transmissoras de radiocomunicação, por terminais de usuário e por sistemas de energia elétrica que operam na faixa até 300 GHz.

A cada semestre, o grupo de técnicos das Empresas Eletrobras reúne- se para atualizar as informações sobre os trabalhos de medição de mpo eletromagnético em suas instalações. As medições de campo estão disponibilizadas ao público em geral no sítio da Aneel, no link: http://www.aneel.gov.br/campos-eletricos-e-magneticos1.

Sobre o autor  ⁄ dila

Sem comentários