Eletronorte obtém mais duas patentes deferidas


A Eletronorte obteve o reconhecimento do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) para mais dois pedidos de patentes de inovações desenvolvidos por um dos seus empregados. Com isso, chega a sete o número de patentes industriais concedidas à Empresa pelo INPI. Até o momento, são 57 pedidos de patentes depositados e 24 softwares efetivamente registrados.

A Revista nº 2513 do INPI, de 6 de março último, publicou o deferimento ao pedido de patente nº 0604875-7, intitulado “Ferramenta para montagem e desmontagem de válvulas termostáticas”, uma inovação criada pelo técnico Francisco de Assis dos Santos Oliveira, da Divisão de Manutenção de Coaracy Nunes, da Superintendência de Ativos da Produção de Geração, área da Diretoria de Operação da Eletronorte. Francisco também foi o inventor do pedido nº 0604878-1, intitulado “Ferramenta para montagem e desmontagem de bico injetor”.


Francisco de Assis dos Santos Oliveira, da Divisão de Manutenção de Coaracy Nunes, no Amapá

“Confesso que fiquei surpreso, pois não esperava mais uma patente”. A humildade parece mesmo ser traço forte do inventor. Mais novo candidato ao posto do épico “Professor Pardal” da Empresa, ele também foi o autor da inovação deferida anteriormente pelo INPI sob nº 0604877-3, denominada “Suporte para retirada de bomba injetora”.

Conforme lembrou o gerente do Departamento de Gestão da Inovação e Eficiência Energética da Eletronorte, Davidson Pereira Campos, a Empresa possui grandes talentos em inovação, tanto na Sede quanto nas Regionais.   “O reconhecimento do INPI é gratificante, pois é resultado de um programa de gestão da inovação tecnológica iniciado nos anos 2000, que vem evoluindo ano a ano e orientando empregados como Francisco a não exporem os seus inventos sem a devida proteção e registros”, comentou.  

Tanto as soluções tecnológicas geradas pelos Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), quanto as inovações alcançadas pelos empregados da Empresa por meio de melhorias em seus processos de manutenção, operação e apoio, são passíveis de registro ou depósito de patente. É premissa desse processo a existência de três requisitos: novidade, atividade inventiva e aplicação industrial. Os primeiros pedidos de patente foram realizados pela Eletronorte junto ao INPI no ano de 2005, mas as primeiras patentes foram deferidas somente a partir de 2016. O processo, portanto, é moroso. “Leva-se mais de 10 anos para que a Empresa consiga o deferimento de um pedido. E a Eletronorte ainda deve cumprir as exigências estabelecidas pelo INPI para adequações do processo”, acrescenta a analista de Gestão de Tecnologia e Inovação, Juliane Araújo do Prado Paiva.

De acordo com o diretor de Operação da Eletronorte, Willamy Frota, essa é mais uma contribuição da Empresa para o crescimento do setor elétrico no Brasil. “A Eletronorte sempre acreditou que a inovação faz a diferença. A caminhada dos nossos Painel Integrado da Qualidade (PIQ), Prêmio Muiraquitã de Inovação Tecnológica e da Semana do Conhecimento e Inovação nos dão a certeza de que o reconhecimento dessas patentes é resultado de um esforço coletivo, de pessoas comprometidas e talentosas”, comentou.

Willamy Frota lembrou ainda que a Eletronorte foi a primeira empresa do setor elétrico no mundo a receber o Prêmio World Class de Manutenção Produtiva Total (TPM), concedido pelo Japan Institute of Plant Maintenance. Por três anos consecutivos ficou entre as 20 empresas mais inovadoras do Brasil na edição brasileira do Best Inovattor e, em 2011, foi a primeira estatal do setor elétrico a ser reconhecida com o Prêmio Nacional de Qualidade. Mais tarde, em 2016, tornou-se a primeira empresa a receber o prêmio Summa cum laude da Fundação Nacional da Qualidade. “Acreditamos que investir em inovação tecnológica e conquistar reconhecimentos são importantes para a melhoria dos processos empresariais da Eletronorte e para o setor elétrico brasileiro”, afirma o diretor.

Leia também: Inovação: Eletronorte já soma quatro patentes de P&D

Agência Eletronorte, por César Fechine.

Sobre o autor  ⁄ Agência Eletronorte

Um comentário

  • Responder
    Waldir
    março 27, 2019

    Parabéns irmão temos muito orgulho de vc sucesso só alegria para nós que Deus guie e ilumine seus caminhos e de seus amigos na Eletronorte